Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

entrave

tudo ok
ou quase

naquela base
naquele impasse

como tudo
o que
não passa
emba[ra]ça a
passagem

como toda
sobra
que transborda
mas não vaza

permanece
e poda

sem posse
sem passe
para outro
que possa

partir
para o ataque


valéria tarelho


das essências

ver
- sem ver -
através
e além
[do ver
que melhor
[lhe]
convém]

ver
[ab_
sorver]
a vida
vindo

a vida
[ávida]
abrindo

a vida
[havida]
esvaindo

vez em quando
súbita

suave
vez em vez

vez ou outra
selvagem

[vi _]
ver além

do ver
que o verbo
contém


valéria tarelho


curtas e boas

post novo no "impura poesia" , com poema de Everton Behenck

começou ontem, 21, o Encontros de Interrogação, no Itaú Cultural - SP ~> programação aqui

sábado, 23, às 19:30: lançamento da antologia XXI Poetas de Hoje em Dia(ante) , no Bar do Batata, Rua Bela Cintra, 1333 – Jardins - SP

Prêmio Portugal Telecom de Literatura 2009 ~> lista dos 50 finalistas


Julio Cortázar

Te amo por sobrancelha, por cabelo, te debato em corredores branquíssimos
onde se jogam as fontes de luz,
Te discuto em cada nome, te arranco com delicadeza de cicatriz,
vou pondo em teu cabelo cinzas de relâmpago e fitas que dormiam na chuva.
Não quero que tenhas uma forma, que sejas precisamente o que vem atrás da tua mão,
porque a água, considera a água, e os leões quando se dissolvem no açúcar da fábula,
e os gestos, essa arquitetura do nada,
acendendo suas lâmpadas no meio do encontro.
Todo amanhã é o quadro onde te invento e te desenho,
disposto a te apagar, assim não és, muito menos com esse cabelo liso,
esse sorriso.
Busco tua soma, a borda da taça onde o vinho é também a lua e o espelho,
busco essa linha que faz o homem tremer
numa galeria de museu.

Além do mais te amo, e faz tempo e frio.

- tradução de Ari Roitman e Paulina Watch -


Te amo por cejas, por cabello, te dabato en corredores blanquísimos donde se juegan las fuentes de la luz,
Te discuto a cada nombre, te arranco con delicadeza de …

cliques

alguns instantâneos de domingo, na Oca.

(local iluminado por velas e algumas luzes indiretas + fotógrafo amador = fotos "blerghs")




clique na foto para ampliar

nas fotos: eu; eu, Frederico Barbosa, Tatiana Fraga; encenação de Navalha na Liga, poemas de Alice Ruiz; eu e Fred; Titouan Lamazou, ?, Guilherme Korte (em pé), um Robert, Tati Fraga e eu; as meninas do elenco (não lembro os nomes agora :/); et moi.

[v]idas secas

imagem © flickr: _nocturama



maio
ao meio

mães
dão adeus
a seu
mês

[nas mãos
um aceno
com murchos
buquês ]


valéria tarelho

Convite

Casa das Rosas na Oca


A Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura preparou uma programação especial junto à exposição “Mulheres do Planeta”, de Titouan Lamazou, trazendo ao público o trabalho de diversas poetas contemporâneas através de leituras e bate-papos acompanhados de apresentações musicais e peças teatrais.

As apresentações acontecerão todos os domingos de maio a julho, das 16 às 19 horas.


17 de maio

Navalha na liga: encenação de poemas e canções de Alice Ruiz revelando diferentes modos de visualizar sua obra através da linguagem cênica. Pesquisa literária: Flávio Rodrigo Penteado; Assessoria artística: Denise Weinberg; Elenco: Gabriela Cerqueira, Giuliana Oliveira, Flávia Teixeira e Laurinha Guimarães; Encenação: Helder Mariani.

Recital e bate-papo com a poeta Valéria Tarelho .

Local: Oca, do Parque do Ibirapuera - Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - SP
dia 17/05 (domingo), das 16hs às 19hs


Programação completa: AQUI

Poema Dia - 14

hoje tem post novo, mas lá no Poema Dia.
exagerei na dose e postei três poemas inéditos, de uma série ainda em andamento (onde andamento é algo muito lento ;)).

segue a primeira estrofe de cada poema:

poema 1


na ânsia do en_
lace dá-se
alucinante lance
(...)


poema 2


nuca ao alcance
das presas prontas
(...)


poema 3


a língua domesticada
estirada lambe
[lava lava lava]
(...)


visite, comente, compartilhe com os amigos [da onça, inclusive].

aguardo você no Poema Dia <~ aqui, gatinho; aqui, gatinha!

sem título

de frente
pareço gente

de lado
retrato falado

de costas
proposta indecente

indo ou vindo
um quê de pecado


valéria tarelho
no Livro da Tribo 2008

agende-se

Como muitos sabem, tive alguns poemas publicados no Livro da Tribo 2009/2010(agenda bianual) e recebi da editora algumas agendas, como pagamento de direitos autorais.

As agendas são lindas, com um visual moderno, trabalhadas artesanalmente, mas o grande diferencial são os poemas e textos que a "recheiam" e extrapolam os 365 dias do ano!
É agenda, mas também (e principalmente) é livro. É agenda e livro, mas também é um diário. Enfim, é uma "agendalivrodiário" interativa, divertida, sentimental, formadora de opinião, educativa, colorida...

Nesta edição 2009/2010, também estão publicados poetas como: Cairo Trindade, Lau Siqueira, Líria Porto, Márcia Maia, Nicolas Behr, Ricardo Mainieri, Rogerio Santos, Silvio Ribeiro de Castro, Ulisses Tavarese outros tantos. Ao todo são mais de 60 autores e alguns que citei vocês encontram nos meus "elos", no menu da direita.

Ainda disponho de algumas unidades, as quais estou vendendo aR$ 30,00 cada, com taxa de remessa (PAC) …

céu de sempre

leo, meu taurus

domingo
dia três
mês cinco

lua crescente
céu azul [sob branco]
sol a pino

vênus em touro
anéis em saturno
amor em leandro

[e seus quarenta
e cinco outonos]


valéria tarelho

updates de domingo, três do cinco:

tudo ok [ou quase] com o novo layout
Leandro apagando velinhas [não confundam com "pegando velhinhas"]
ainda dá tempo de curtir a Virada Cultural 2009 ~> programação completa aqui
caso não dê para estar em SP para a Virada, acompanhe a transmissão ao vivo