leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

07 janeiro, 2016

sua sereia

por valéria tarelho em ,

de que são feitas as manhãs de ausência? devem ser frias, retorcidas, azedas. secas. sem sal. devem ser graus acima do breu. sem som. o próprio umbral.

completamente antagônicas às maravilhas que você me doa [desde quando me conheço por peixe].

perdoa. volta a ser minha ilha. meu atol. lagoa que me abriga. meu reino de coral. meu colo. o quintal onde sou sua mais linda loucura. o fundo de olho onde você mergulha e respira sua lenda mais verdadeira.


valéria tarelho

Bookmark and Share

Nenhum comentário: