leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

30 dezembro, 2015

beijaflore-me

por valéria tarelho em , ,

beije-me
como sempre
como nunca

nuca
boca

dos pés
aos poemas
da língua
à palavra mantida

entre as coxas

saboreie-me
como comida
como bebida

sorvete e casquinha

e deguste
o couvert
o café
o cio

cortesias

na entrada
na saída


valéria tarelho

Bookmark and Share

Nenhum comentário: