leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

02 julho, 2015

de lua

por valéria tarelho em ,


eu preciso
desaprender
a ser
sóbria

e ir
- sombria -
às raias
da loucura


valéria tarelho

Bookmark and Share

5 comentários:

Anônimo disse...

Gostei da lucidez! Bela poesia. Saudade desse lugar.

H

valéria tarelho disse...

H, de ?

eu nem sei mais meu nome, por favor, se identifique :)

v

Anônimo disse...

Val, Henrique de João Pessoa. Vixi, CSisquecei de mim? Sempre assinava assim os comentes.

Anônimo disse...

Val, Henrique de João Pessoa. Vixi, CSisquecei de mim? Sempre assinava assim os comentes.

valéria tarelho disse...

hahaha...Rico!!!!
só com H eu me confundo toda, é a idade :)
Bom vê-lo por aqui, volte sempre, volte mais!!!