leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

02 novembro, 2013

nunca se sábado

por valéria tarelho em

onde você aos sábados
em que boca seu hálito

seu olfato seu arfar seu ofertar
o afã o êxtase o arrefecer

em que [a]braço você mora
de que jeito a provoca

[e se na hora exata
meu nome lhe escapa
peito a fora]

por acaso neste ato
seu texto toca
alguma fêmea forma

ela é feita de poema
ou prosa farta

          ?

não quero saber


valéria tarelho
Safe Creative #1311059079909

Bookmark and Share

Nenhum comentário: