leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

28 outubro, 2013

malhas

por valéria tarelho em ,





dear,


eu, de novo, para te contar as últimas
[as unhas continuam as mesmas:
idêntica fissura].

há um tempo ganhei novo aperto.
chegou no outono. veio em novelos.
fardos de saudade tua.

invernou [graus abaixo de zelo]
e passei a tricotar desejos.

.ponto a ponto.

entre meias, laçadas, carreiras, teço teu cheiro. 
entrelaço teu gosto.
tramo nós.

nos retorço. em tranças. entremeios.

meio ano se foi. você não veio.
[des]cubro-me só, refém das noites v[il]ãs
em que tricotei anseios.

ainda te espero, meu bem, enquanto primavero
e até nem sei. pois és sonho em todo outono. 
sina que [me] veraneia.
lá, onde jamais fomos, estarei 
a tecer este amor
até a mor-
te
ser.

love,
a tua.



valéria tarelho

*imagem de flickr.com/anitah

Bookmark and Share

Um comentário:

Anônimo disse...

lindo demais.





viralatas (l[v]endo e re-l[v]endo... :9 )