Pular para o conteúdo principal

cheers


um brinde ao que está around
como eu em torno de ti
feito um [underground

mó          le
          bi

mobília antiga que não orna
com a tua
r
e
t
i
línea simetria

tim-tim a estes incansáveis
anéis de saturno que adorno 
ante saturados olhos

os círculos oblíquos elípticos 
apocalípticos riscos que arrisco
em tua órbita, querido
são mais que ridículos
:
somam quadrados
[planos redondamente enganados]


valéria tarelho

Comentários

ian lucena disse…
entre minha mente e a sua
poesia transita
crista ao vale
em perfeita sincronia
de comprimentos

das ondas
poéticas
Adriana Karnal disse…
Valéria,
Poemaço, daqueles inteligentes e sagazes.You rock!
A propósito, só agora vi que me ofertaste um poema..guria, que lindo. eu aqui me derretendo. Diz que eu posso publicá-lo, vai? rsrsr
(já publiquei.)
placco araujo disse…
Cheguei a você pelos amigos em comum do facebook, mas foi a partir de lá que cheguei aqui... e gostei, principalmente dos poemas e da forma que os dispõe...

Bom Dia, vovó em exercício...


Edson, com idade para avô, mas coração de menino...