leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

22 outubro, 2010

achados e perdidos

por valéria tarelho em

imagem via meme.yahoo.com/explore


I luv you
[d ilúvio]


intitulo
arca de noé
o típico amor
que salva

amor em que
se afoga
[e nada]
é do tipo
barca furada

platônico
é o amor em que
um só dá

com os burros n’água


valéria tarelho
em Escritoras Suicidas, ed. 39
março/2010




* inaugurando a tag 'achados e perdidos', que abrigará poemas publicados em outros blogs, revistas e afins, mas que nunca deram o ar da graça aqui no textura.
em postagens anteriores já publiquei alguns desses filhos desgarrados, sem classificá-los, mas, a partir de agora, os trarei para morar com a família, nesse cantinho destinado aos perdidos & achados [jamais abandonados].

Bookmark and Share

9 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Olá amiga Valéria. Muito bom o seu poema. Gosto de jeito inteligente de jogar com as palavras.
Um grande abraço.

Daniela Delias disse...

Tuas palavras são repletas de ritmo, uma delícia. Beijão!

Pablo Rocha disse...

Adorei, valéria. Um final inesperado e uma lógica de palavras muito bem traçada.

Parabéns!

Colecionadora de Silêncios disse...

Valéria, querida, sua poesia é de uma singularidade esplêndida!

A gente começa a ler o seu poema e, a cada verso, um susto. Desses que a gente leva e sorri e pensa: GENIAL!

Parabéns!

Beijos :)

valéria tarelho disse...

Caros, obrigada, tento manter essa linha mais light para não perder o jeito [preciso, por causa da Tribo], nem a agradável visita de vocês. Quando percebo, estou escrevendo um 'poema-peso' atrás do outro, aí dou uma aliviada/variada :)
Vem uns curtinhos por aí, mas também proporcionarei a vocês uns instantes no caos. Não fujam!! ;)

Beijos gerais!!!

nina rizzi disse...

a tua poesia é uma delícia, valéria. hoje, achei-a perdida e achada, ellenizada.

um beijo.

valéria tarelho disse...

ser ellenizada em um post que inicia com um 'pequeno tratado erótico', é um gozzo :)

beijo, queridona!

==

ellenizem-se !

Anônimo disse...

Aprecio todo o lirismo suave de suas palavras, querida.

valéria tarelho disse...

Anônimo(a): queLido(a)