Pular para o conteúdo principal

sempre-viva

a vida
vibra
por onde
eu
f[l]or


valéria tarelho




Temporada das flores
Leoni

Que saudade agora me aguardem,
Chegaram as tardes de sol a pino,
Pelas ruas, flores e amigos,
Me encontram vestindo meu melhor sorriso,

Eu passei um tempo andando no escuro,
Procurando não achar as respostas,
Eu era a causa e a saída de tudo,
E eu cavei como um túnel meu caminho de volta.

Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores.

Eu te trago um milhão de presentes,
Que eu achava que já tinha perdido,
Mas estavam na mesma gaveta,
Que o calor das pessoas e o amor pela vida...

Me espera estou chegando com fome,
Preparando o campo e a alma pra as flores,
E quando ouvir alguém falar no meu nome,
Eu te juro que pode acreditar nos rumores.

Me espera amor que estou chegando,
Depois do inverno a vida em cores,
Me espera amor nossa temporada das flores.

Comentários

valéria tarelho disse…
"Aprendi com a primavera a me deixar cortar.
E a voltar sempre inteira."

Cecília Meirelles
Í.ta** disse…
lindíssimos os versos que antecedem a canção aqui :)

beijos!
susannah disse…
Muito lindo Val! Os dois poemas têm uma "sempre-viva gostosura de palavras"! Bjs!