leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

04 junho, 2010

lowcura

por valéria tarelho em ,

[valéria tarelho]


imagem: The Scream (black & white) - Edvard Munch

amores platônicos
quereres utópicos
tumores malígnos
viroses atípicas

testes tsunamis tremores
:
a Terra dando o troco
na base do olho por olho
- e humor negro mode on -

estamos em transe
entre o tatibitati
o terror atômico
o pandemônio

satélites sondam
a rotina das formigas
e há agentes no amálgama
da [podre] boca da noite

- daí a fuga
para não sei onde-

tocs vem
tiques vão
truques variam
conforme o chip
enxertado no chope do dia

poesia é choque
prosa é chilique

o mundo fica mudo
quando a mente
não dá tilti

veja
[mais próximo da lente que aumenta
o pé da letra]
:
há um psicotrópico ultravioleta
no menu de ofertas

rimas brancas
rosas negras
riso tatuado de cor pimenta

para a[r] dor de cabeça
líricas demãos
do velho verniz
que adoça ideias suicidas

psiu, ouça
:
todos os cachorros
são azuis

e plutão, coração
não é mais planeta

- disse uma voz -



*lowcura: blog do poeta, jornalista e músico Rodrigo de Souza Leão, que foi ali em Marte fazer [mais] arte e a quem dedico este poema [a]tentado: um grito misto de febre de realidade com surto de ficcionismo.

**Rodrigo, um cara do balacobaco, também escrevia para o site Escritoras Suicidas sob o pseudônimo Romina Conti .

*poema publicado no Poema Dia, em 14.02.2010

Bookmark and Share

Um comentário:

daniel disse...

Valéria, obrigado pelo link na minha resenha do livro do Rodrigo. Belo livro, o dele, belo blog, o seu.

Abraço!