Pular para o conteúdo principal

nuvem


[apesar do céu]


para Everton Behenck


vens
como convém
:
em vendavais
de viés
vertigem
& voz
a soar miragens

eco
seduzindo
o caracol
do ouvido

- lá onde eu
labirinto -

vens
de s.o.s.laio
em conluio
com um sol
insano
suar meu solo
ao "simolhar"
seu [im]pacto

vens
(quase) risco
(quasímodo) rastro

stratus
vez em quando

Comentários

valéria tarelho disse…
esse menino é a prova de que há poesia na pauta do dia a dia [apesar, acima, além: do céu, do cinza]
:)
Álvaro Andrade disse…
bem bom. a sonoridade é tão envolvente que o resto...
"eco
seduzindo
o caracol
do ouvido"

eu não duvido.
Tomás Paoni disse…
...visitando e aumentando a teia... da nossa poesia e da poesia alheia. lindo blog!
apesardoceu disse…
Que lindo!!!! Fiquei tão mas tão mas tão feliz!!!!!

obrigado, querrriiiiida!!!!
valéria tarelho disse…
Álvaro, Tomás, Everton [e o povo em off], obrigada!

E obrigada à poesia nossa de todo dia que possibilita esses diálogos.

Bj