Pular para o conteúdo principal

histórias que a carochinha não contava

carochinha vai virar uma série. vai não, já virou [como os signos, os felinos, os domingos...]. o motivo dessas séries nem eu sei: pode ser que virem livros, pode ser que virem pó, pode ser que nada as justifique. a princípio, essa classificação é um meio de facilitar a nossa vida, pois os poemas de um mesmo tema ficam a um clique, basta acessar a tag desejada.


nem te conto


conheci um homem e tanto:
charmoso inteligente bom de papo

depois que o beijei
acabou o encanto:

puf!
virou sapo

ainda ouço seu coaxo
vindo do brejo em que o deixei


cinderelesco ao avesso


é bruto
grosso
podre
esse meu príncipe encantado

quisera que por encanto:

polido
refinado
no ponto

meu pobre namorado
fosse


brincadeira de criança


minha vida é uma ciranda:
volta e meia
ele meio-que-volta

diz um verso bem bonito
e sem adeus
vai embora


bruxas

para paulo medeiros

feias
porcas
más

[no entanto
gostosas
nos contos

de fodas]


* "feias, porcas e más" e "se possível...sejam crianças para sempre"
~> exposições do artista plástico
paulo medeiros - museu municipal de vouzela, portugal

** se você teve a sensação de déjà vu, explico: os poemas acima não são inéditos, já estiveram aqui no blog, revistas e sites literários, ou blogs em que colaboro. apesar de 'batidos', os postei para inaugurar a tag "carochinha".

*** na foto: uma feia, porca e má ;)



valéria tarelho

Comentários

Ricardo Mainieri disse…
Val, vale a pena retrabalhar estes contos da carochinha.
Uma psicóloga chamada Louise Von Franz fez um livro sobre as motivações ocultas dos contos para crianças.
Não é de graça o chapeuzinho ser vermelho ou no Alice no País das Maravilhas o personagem que diminui de tamanho e entra pela fechadura. Tem muito simbolismo oculto...
Prossiga.

Beijão.

Ricardo Mainieri
Mundo ID disse…
Quano disse que conheceu um homem charmos, inteligente e bom de papo, pensei que ia dizer que ele já tinha namoradO rs rs rs

Gostei da bruxa!

bj
valéria tarelho disse…
e por falar em chapeuzinho vermelho, vem aí o 'big bad wolf' versão val tarelho..aguarde :))

beijão, Maini!
valéria tarelho disse…
André, rindo muito do namoradO e tendo aqui umas ideias ;P

bj
Recontar histórias é sempre muito legal.

Gostei do lance da bruxas...
Recontar histórias é sempre muito legal.

Gostei do lance da bruxas...
valéria tarelho disse…
a bruxa está em alta!!

grata, Edson, abração!
hahahaha! nunca havia lido esses!
fiz umas coisas assim tbm, tá no blog 'carochinha revisitada', fiz uns nanocontos e um 'enquanto o principe encantado não vem'...é um assunto delicioso!
bjbj
sidnei olívio disse…
Além de tag, deveria virar livro. Muito legal ler assim reunido (havia lido esparsamente). Adoro releituras e esse é um tema fantástico. Ando às voltas com anti-hinos e reescrevendo as fábulas de La Fontaine. Falta fôlego (+competência); vc tem ambos: vista o chapéu vermelho e a avó que se f... com o lobo. Beijo.
valéria tarelho disse…
Flá, esse assunto rende, com certeza teremos muitas histórias para recontar :)

Sid, coincidência: enquanto você comentava eu andava às voltas com o lobo ;)
Tiro o chapéu para você, haja é tempo para concluir todos os seus projetos porque "cãopetência" não lhe falta!

beijos, crianças!