leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

08 março, 2010

essas muralhas maravilhosas

por valéria tarelho em


estátua de Joana d'Arc na Catedral de Notre-Dame, Paris

parcas, fúrias, musas
ninfas, sereias, bruxas
lobas, gatas, najas
leoas, coelhinhas, cadelas
rainhas do lar, da bateria, rainhas-más
executivas, voluntárias, escravas
atrizes, esposas, meretrizes
bregas, peruas, patricinhas
rendeiras, liberais, lavadeiras
mumificadas, falsificadas, siliconadas
fadas, princesas, borralheiras
anjos, demônios, santificadas
amantes, namoradas, abandonadas...

afrodites, julietas, amélias
evas, dianas, nefertites
junos, medusas, belas
cinderelas, rapunzéis, malévolas
florbelas, cecílias, coralinas
hildas, marthas, lyas
madres teresas, mães-menininhas, madalenas...

garotas:
de ipanema, programa, propaganda
das telas, dos tanques, das ruas
do olimpo, dos contos, pés na terra...

fêmeas, feministas, femininas
meninas-poderosas
mulheres-maravilhas

um ar de maria
um quê de marylin
um toque leila diniz

joanas d'arcs
armadas de duplo xis


valéria tarelho

Bookmark and Share

4 comentários:

Dizzy disse...

No seu dia, um entre todos eles...forte, verdadeiro!
Bjus minha poeta.

Anônimo disse...

...primeiro, Parabéns pelo DIA.

Primeiro, de novo, Parabéns pela poesia...

Sensacional, quero bis.

viral (um refém confesso do sexo (dito) frágil)

valéria tarelho disse...

obrigada, meninos!

esse poema antiguinho estava perdido por aí, resolvi aproveitar o embalo da data comemorativa e postá-lo no blog.

valeu!

Por que você faz poema? disse...

Sei que é clichê, mas acredito que o dia da mulher são todos os dias, assim como o dia das mães, dia dos namorados, etc. E viva ao dia internacional da mulher (seja lá o que isso signifique).