Pular para o conteúdo principal

sob o signo da poesia


pisces


o sonho
em cores
aromas
sabores
o (a)provo
- cru -
nas madrugadas
[drogadas
de fome]

ele, peixe fresco
:
nada








taurus


regida por vênus
dou olés
em toureiros
e alôs
aos tarados
:
afrodite se quiser













leo


porte de leão
olhar de lince
amigo da onça
em pele de gato

um tigre dois tigres
três tragos
(es)puma
se contrariado

urra & unha
o felino em pessoa

por quem babo
deito rolo
abano o rabo




valéria tarelho
imagens © Josephine Wall



Comentários

Ricardo Mainieri disse…
Val em suas incursões astrológicas...
Como diria o Aldir Blanc:"sou de Virgem/e isso me dá vertigens"

Beijão.

Ricardo Mainieri
Vinicius Linné disse…
Olá Val.

O meu faltou...
Anônimo disse…
Cadê o de aquário?
valéria tarelho disse…
acho que vou escrever por encomenda: virgem, a[nônimo]quário e ? (Vinicius)

libra e escorpião estão rascunhados, aos poucos chego lá ;))
Anônimo disse…
Ixi
Anônimo disse…
estou aguardendo os demais signi-ficados (sei que estão aí, guardados em algum lugar de seus infinitos talentos).

sempre de boca aberta e olhos extasiados,
ol-fato babando (e não é de raiva),
tato em pele viva.
Ouvidos sem um pio, prá não perder a sonoridade destes seus re-versos.

prá nunca mais "orbidar" estas palavras re-inventadas por ti.

demais você, Val.
Sempre...

Viral, o mal que vem prá pior (rs)...
alex ci disse…
Valéria: você continua muito. Eu sempre quis...
Guto Leite disse…
Preciso e poesia em alta rotação, tudo lindo! Você é uma esperança de poesia, poeta! Grande abraço
Adriana Karnal disse…
Vc é muito espirituosa na poesia, Valéria,afrodite se quiser.Fazia muito tempo q não passava por aqui, mas essa poesia é sempre uma delícia.
valéria tarelho disse…
Viral, Alex, Guto, Adriana: valeu, queridos, pelo estímulo! :))