leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

05 agosto, 2009

très chic

por valéria tarelho em , ,


dois poemas meus, musicados por Rogerinho Borges, participam do Festival L’Espirito Poitou, em Celles sur Belle, na França

De 20 a 24 de agosto Rogerinho Borges estará participando, ao lado de importantes artistas capixabas, do Festival L’Espirito Poitou, em Celles sur Belle, na França, intercâmbio cultural França-Brasil e lá irá apresentar canções em parcerias com Jorge Sales e Valéria Tarelho. “Amorosamente Cedo”, “Segredo do Vento”, “Minha casa de Ferreiro”, “Azo”, “Eu quero”, “Oz não é aqui” são algumas das canções do repertório.

SAMEDI 22 AOUT
18h30 – 20h
Apero Concert: Rogerinho Borges
Concert Musique Populaire Brésilienne
Café du Lion D’or


ROGERINHO BORGES


Rogerinho Borges é compositor e tem se apresentado ao lado de grandes nomes da música popular brasileira. Seu CD “Mistério Azul” gravado no Rio de Janeiro e Belo Horizonte tem produção e arranjos do renomado guitarrista mineiro Toninho Horta e de Cláudio Faria, com participações especiais de Paulo Moura, Nivaldo Ornelas, Juarez Moreira, Neném, Alexandre Lopes, Renato Rocha, e Kiko Mitre. Tem parcerias musicais com Heitor TP (ex Simple Red), Jorge Sales, Fabio Flôres, Zé Antônio, e as poetisas paulistas Valéria Tarelho e Eliane Guaraldo. Na cena musical capixaba além de músico é produtor e apresentador do programa Espírito Capixaba, na Rádio Universitária FM 104.7, que divulga a cultura do Espírito Santo.

rogerinhoborges@uol.com.br


azo
[a ana c., ave]


o pássaro
pousa
passivo
na pauta
do poente
pausa
em compasso
de espera
passa tempo
tempo passa
pensa
pondera
ousa
e abre
as asas
rumo
ao sol
no fim
do túnel


oz não é aqui


o tédio
[ tema batido ]
de todo dia

a taquicardia
[ velha amiga ]
do peito tísico

o trauma
[ antiga trama ]
dos medos de tranças

o tempo
[ a toque de valsa ]
tricotando detritos

sorrir para o sol
que sai de assalto
e entra em cartaz
:
truque [ frustrado ]
de aprendiz

[ tornado
possível
é só
um invento
over
the rainbow
]


letra: valéria tarelho
música: rogerinho borges

Bookmark and Share

7 comentários:

sidnei olívio disse...

Aplausos e beijos.

Renata de Aragão Lopes disse...

Que lindos!
Boa sorte no festival!

Beijo,
doce de lira

susannah disse...

Que legal Valéria! E uma viva a esse pedacinho do nosso biscoito fino do Brasil na França! Bjs!

valéria tarelho disse...

Sid, tô de mal :P

Re e Su, estou colocando as bonecas nos meus elos ;D


bjks!

Anônimo disse...

o que dizer?... (melhor me calar).

mas não consigo ficar em silêncio aqui neste canto do mundo.

melhor será, talvez, apenas aclamar (então é isso que farei).

pois quem sabe o endereço dos sentidos e sentimentos, guia com exatidão seus versos e palavras (Valéria é simplesmente assim).

que os seus poemas sigam a rota do sucesso, sempre. (seja em Celles-sur-Belle, ou onde quer que se deguste a melhor das poesias)

viral (um ser, refém de seu talento inconteste)

almapoetica disse...

oi
como eu gostava de saber escrever para ser musicado!...
sou poeta caseira, compulsiva, porque amo desde sempre a escrita e agora tenho tempo para me dedicar a ela. Faço poesia..talvez.
mas sou ja bem madura para saber fazer um bom blog na net, isto me mete medo. me espreite.....obg

f.wilson disse...

Toninho Horta é um dos bons guitarristas brasileiros que há uns vinte anos um grupinho, aqui em Teresina, curte seu estilo jazístico.
Sendo Rogerinho Borges (alguém parentesco com o exelente Lô Borges?, e o Clube da Esquina?). Bom, se um jovem artista é apresentado com os talentos de Toninho Horta e da poetisa Valéria Tarelho,
Só ouvindo.
(como conseguir o cd, Valéria?)