Pular para o conteúdo principal

achados do YouTube

Denise Dalmacchio declama meu "arte sã" e canta "couvert" (letra minha, música de Marcos Assis).

~> a qualidade do vídeo é meio "blergh", mas vale pelo registro ;)
(arrepiante mesmo foi ouví-la cantando pessoalmente, quando estive em Vila Velha-ES)




arte sã


homem é um bicho esquisito:
caça, come, joga fora a carcaça

mulher tem outro instinto:
escolhe, leva para casa, usa...

...e com as sobras dos ossos
faz um par de brincos



couvert


puxe pelos
cabelos
todo verso
que ofereço

encoste as
verdades [nuas]
de costas
contra a parede

jogue no chão
os apelos
unhe o azedume
morda os medos
até que o poema uive

e caia
venha entre
chegue junto

e depois quem sabe até possamos
civilizadamente
jantar juntos


letra: valéria tarelho
música: marcos assis
voz: denise dalmacchio

(obs: o poema, já publicado aqui no blog em agosto/05 e na antologia Poesia do Brasil, vol. 3, teve uma ligeira mudança nos dois últimos versos, para adequá-los à melodia)

Comentários

Guto Leite disse…
Coisas lindas os poemas, ambos! Que bom que também se desdobra ao campo da canção! Tenho amigas que precisam verdadeiramente conhecer teus versos. Namoradas, não! Rs... Grande abraço, Val, e bom domingo
(l' excessive) disse…
Valéria!
Adorei sua poesia. Daqui e do outro blog. Vou linkar os dois para poder voltar seguidamente.
Anônimo disse…
...inútil e redundante dizer que este (até que a morte me leve), ainda é meu preferido.

Talvez seja só pelo avesso de civilização que não pode esperar o jantar. Talvez seja pelo juízo perdido nas palavras, talvez pela magia, talvez seja por pura contemplação.
veja seus versos.
reveja teus acordes,
e acorde os sentidos do mundo,
sinta o timbre das palavras,
as terceiras intensões de cada estrofe.

pára... me rendo.

só me sobraram os aplausos a seu talento (infinito e tão bonito, retido em momentos, explodido em segundos, perdido de nunca se achar nada igual).

viral... (seu fã, súdito and práticamente slave 4ever)
valéria tarelho disse…
Guto, o povo da música é que deve rebolar para conseguir musicar algo meu - mérito todo deles. Quando acontece o contrário e me pedem uma letra para determinada música, não sai nada (Roni Chira que o diga ;)). Por sorte há quem se dedique a fazer o inverso e adorei todos os resultados até agora. Músicos são mágicos!
Falando nisso, ouvi você & banda, ouvi tudinho...My God, quem diz que nunca mais haverá outro Chico, outro Milton, outro Tom e cia. é porque se limita ao que dita a mídia. Vocês são ótimos, a boa música, a música de verdade VIVE! Quero ver/ouvir ao vivo!!!!!!!!!!!!! \o/
valéria tarelho disse…
Liz, seu link também está aqui, muito aconchegante seu blog ;)

beijo!
valéria tarelho disse…
Viral, meu fiel companheiro (escravo não, please): thanks a lot!

~> saudade daquele seu amigo ;)
Oiii Val digitei "Achados do youtube" no google e veja só... já conhecia este seu poema de longa data e agora musicado (uauuu! 1000 estrelas!) Beijo meu, beijo da Rô
NDORETTO disse…
Sua poesia me impressiona.
Fico admirada,admirada. Parece que nunca te li antes...!
Beijo
Doretto