leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

08 setembro, 2008

r e p o s t

por valéria tarelho

eu te contemplo [há tempos]


quando te penso
agradeço que
não passa disso

pensar
é o máximo
que posso

imaginar
é o parco verbo
que possuo

quando muito
fantasio que

[ah, se por acaso
tua boca
se por descaso
teu murmúrio
(em ondas
se por orgasmo]

mas logo apago
a idéia de

[ah, se por ocaso
tua lábia úmida
na seca
de meus lábios
se por relaxo
se por capricho
amor ou sexo]

num átimo
deleto
o que - em tese -
seria ótimo

sem o ato
evito
passo
em falso

veja baby
o lado
prático
:
você nunca
será passado

[mas ah
se por um lapso
uau
se por um ímpeto]


valéria tarelho

Bookmark and Share

7 comentários:

Anônimo disse...

Apenas por um lapso, achei q vc tinha esquecido. Mas num átimo de serenidade, ganhei um presente inigualável. Não quero saber por que vc sumiu, só quero me alegrar porque vc voltou... mais linda, mais poeta (que inveja!), mais lembrada do que nunca. Beijossssss
Sid
(lembra do pequeno príncipe: "se vc vem, por ex., as 3 da tarde, desde a duas eu começarei a ser feliz")

Anônimo disse...

Procurando blogs de poesia, acabei chegando aqui. Que lindo, esse poema!
Vou olhar os outros posts. Gostei muito do espaço.

Abraço!

Ada (adalima@gmail.com / www.meninagauche.blogger.com.br)

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

uau, Sid, o aniversário lhe fez bem!!
juro que não esqueci, só não fui tão pontual como sempre :)

lembro sim, lembro também do trecho "tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" :)

"tás" ferrado!!!! rssss

beijo, parceiro!!

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

Olá, Ada, seja bem-vinda!!
Sugiro que você olhe os poemas arquivados (no menu "há eras"), na minha modesta opinião, os melhorzinhos estão perdidos por lá :)

Beijo e obrigada pela visita!!!

Anônimo disse...

... quer sinceridade de alguém totalmente imparcial?

poesia linda.

...you are the máximo.

e sabe o que faço neste paraíso poético? me perco.

que delícia, nunca mais se encontrar...

Viral. (um Viralatas, agora totalmente perdido)

Anônimo disse...

... quer sinceridade de alguém totalmente imparcial?

poesia linda.

...you are the máximo.

e sabe o que faço neste paraíso poético? me perco.

que delícia, nunca mais se encontrar...

Viral. (um Viralatas, agora totalmente perdido)

Robson Ribeiro disse...

Olá!

Achei teu link na comunidade do Leminski.

Parabéns pelos belos versos.

Voltarei sempre.

Beijo!