leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

28 agosto, 2006

locução

por valéria tarelho


gravura © john tenniel

"depois de você os outros são os outros e só"
Leoni - os outros

a gente brinca
briga de mentirinha
a gente mal se fala
lê o [pre]texto
das estrelinhas

é asfixia quando
é galáxia enquanto

a gente faz de conta que
a gente namora
a gente finge que
não mora nem vê
a gente nem aí para

poesia de voyeur
prosa de viagem

eu o chamo de chato
no dialeto estrábico
que ele já domina
ele me desa[r]ma
doma demanda

é meu ímã
[a]trai sem supor que

pois a gente city
a gente country
a gente neverland
[wonder onde, alice?]

eu & ele [ali & se]
um paradoxo à parte
beer & coca light
malte & tea party

a gente se encontra
no entanto
a gente parte
no encanto
dos contrastes

entretanto a gente nem
nós nunca
os dois never
mor[r]e

a gente hesita ou
habita um
no ou
do outro

nesse nonsense
a gente reage a
rege o
exceto se

a gente insiste no
incide em
existe há
e tem um quê de
em toda essa
esquisitice

a gente
: humpty dumpty

loucos
são os outros

e sós

valéria tarelho
* perdoem o excesso de "a gente". foi proposital.
~> há um artigo aqui, de Cláudio Rodrigues da Silva, sobre pronomes pessoais e a locução a gente, com o qual concordo, em parte.

Bookmark and Share

5 comentários:

Anônimo disse...

...tem tanto encanto em suas palavras.

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

nem tanto...ando muito prolixa, preciso enxugar a língua ;)

Anônimo disse...

blues'n rock...uau!!!...a gente city/a gente neverland...muito é pouco!!! tô querendo secar tua toalha,depois que enxugares tua língua...Pituco,namaste

vαℓéя!α tαяeℓhσ disse...

vamos torcer, que sal[i]va alguma coisa.

~> ah, Pituco, já sei quem vc é.
vi comentários seus no folha de cima e a ficha caiu [ou a folha?].
o Rogério falou sobre a parceria musical de vocês, mas não citou nomes, só falou sobre o Japão...agora uni seu namaste às palavras dele e matei a charada ;)

sucesso 'procês'!

Pituco disse...

Poetisa,
peço-te que me perdoes pela impertinente invasão,em tua blog,sem as devidas obséquias...namaste