leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

26 agosto, 2006

lançamento em 4 de setembro

por valéria tarelho


clique na imagem para ampliá-la

O Mamaluco Voador — Luiz Roberto Guedes

[RELEASE]

Novela é narrada pelo padre Manuel da Nóbrega

“O Mamaluco Voador” inventa
aeronauta pioneiro no Brasil-Colônia

A Travessa dos Editores, de Curitiba, está lançando a mais ambiciosa aventura literária de Luiz Roberto Guedes: O Mamaluco Voador, misto de novela histórica e crônica irônica dos primórdios da colonização do Brasil. Narrada pelo jesuíta Manuel da Nóbrega (1517-1570), em puro “portoguês” quinhentista, esta novela epistolar resgata a lenda perdida do primeiro padre voador da Terra Brasilis: o noviço mameluco Anrrique Braz, filho de um ex-frade franciscano e de uma índia cristianizada.

Baseado na correspondência dos primeiros jesuítas no Brasil, O mamaluco voador dá notícia do dia-a-dia na colônia: os “maos custumes dos gentios”, as crueldades perpetradas contra eles pelos “maos christãos”, a invasão dos hereges franceses no Rio de Janeiro, e os trabalhos, fomes e fadigas sofridos pelos “soldados de Christo” em sua missão de ganhar almas para o céu – além de servir aos objetivos temporais do colonizador: o domínio da terra, a exploração de riquezas e a “sobjeição” dos indígenas, “polo amor de Christo ou pola força das armas”.

Proto-herói nativista — Sob a capa da aventura, Nóbrega relata a peleja do mestiço com sua “metade índia” para tornar-se um fiel soldado de Cristo. No entanto, como um proto-herói nativista, o Irmão Braz contestará a escravização dos “yndios” e sua aculturação forçada. Por fim, a rebeldia do mamaluco fará com que Nóbrega veja nele um “ardiloso servo de Sathanaz”.

Para o escritor Nelson de Oliveira, que assina o prólogo, “O mamaluco voador já nascerá clássico, ao lado do Catatau, de Paulo Leminski, e das Galáxias, de Haroldo de Campos”. Poeta, escritor e tradutor, Luiz Roberto Guedes publicou, entre outros, Calendário Lunático – Erotografia de Ana K (Ciência do Acidente, 2000) e organizou a antologia poética paulistana Paixão por São Paulo (Terceiro Nome, 2004).

Lançamento: Segunda-feira, 4 de setembro de 2006, a partir das 19h00, no Bar Balcão, Rua Melo Alves, 150, Jardins, São Paulo, Tel. (11) 3063-6091.

Formato: 16 x 23 cm — 144 páginas
Design: Tereza Yamashita & Nelson de Oliveira

Bookmark and Share

Nenhum comentário: