Pular para o conteúdo principal

it's not so bad

certa vez ele perguntou se eu já havia visto meu rosto aquela noite [de poesia e papo - sério e não - após tanto tempo sem tempo para].
sim, mas não foi preciso espelho. me sentia renovada por dentro. refletida no infinito [reflexo do bem que ele me faz. imagem da paz que ele transmite].
nada é tão ruim quando recordo tudo o que já vivi com e por causa dele [especialmente a visita a uma casa em reformas, quando vi sonhos em construção sob os escombros e percebi os meus ainda no esboço. hoje vejo a casa pronta, a casa prática, a casa portas abertas, a casa acolhendo. os sonhos, concretos, se renovando. o que me lembra que sonhar é - de certa forma - dar existência ao etéreo, no plano real. mas sonhar, só, não basta. é preciso buscar meios - lícitos & lídimos. é ímprescindível um leal companheiro para dar as mãos nesses passos incertos. mãos, essas, que colhem o que semeiam no jardim da amizade - onde brota uma espécie de amor, em vários tons . mãos que não escolhem a flor pelo nome, mas pela delicadeza e aroma que exala ao mínimo gesto: um enlace de dedos, por exemplo. ou o zelo no olhar por dentro].
nada é tão ruim quando lembro que ele está por perto. seu nome se traduz em pétala, sua essência em néctar [vida eterna, diz a lenda. e mais além, concluo eu].


Dido - Thank You


My tea's gone cold, I'm wondering why
I got out of bed at all
The morning rain clouds up my window
and I can't see at all
And even if I could it'd all be grey,
but your picture on my wall
It reminds me that it's not so bad,
it's not so bad

I drank too much last night, got bills to pay,
my head just feels in pain
I missed the bus and there'll be hell today,
I'm late for work again
And even if I'm there, they'll all imply
that I might not last the day
And then you call me and it's not so bad,
it's not so bad and

I want to thank you
for giving me the best day of my life
Oh just to be with you
is having the best day of my life

Push the door, I'm home at last
and I'm soaking through and through
Then you hand me a towel
and all I see is you
And even if my house falls down,
I wouldn't have a clue
Because you're near me and

I want to thank you
for giving me the best day of my life
Oh just to be with you
is having the best day of my life


* apenas porque sei que nem tudo são flores, mas gostaria de ser capaz de perfumar seus últimos dias.

thank you, my friend!
I'll be around [like you].

(^_^)ε^ )

Comentários

Anônimo disse…
venho tomar minha dose diária de vida
entornar sua poesia em doses homeopáticas
deliciar a alma bem docemente, mesmo no ausente da matéria
etérea, envolvente, de atmosfera carregada de sedução
idades, cidades, feliz saudade
contrasenso, intenso, de lembranças estaqueadas
hoje estou mais que triste, me sentindo impotente.
no dia deste post sentia uma certa angústia, sem motivo aparente. só hoje soube que essa angústia não me pertencia (pertencendo). era meu amigo faltando um pedaço, meu amigo sem chão.
e eu aqui, com meu pára-raios de plantão, aquele que capta energias das pessoas que amo, que sempre sinaliza quando algo não vai bem com elas, não soube identificar a causa da aflição. só sentia que precisava dizer que estou a seu lado (dele) sempre e sempre, se é que isso serve de alento.
impotente é pouco. elevem isso a uma potência x, onde x é um expoente incalculável.

(x_x;)