Pular para o conteúdo principal

arte sã

homem é um bicho esquisito:
caça, come, joga fora a carcaça

mulher tem outro instinto:
escolhe, leva para casa, usa...

...e com as sobras dos ossos
faz um par de brincos


valéria tarelho
publicado no Livro da Tribo 2005/2006

Comentários

Anônimo disse…
Val, vc tem razão, faz parte das músicas que estou gravando (já foram 5). Obrigado pelo endereço e pelo interesse; assim que encaminhar tb. lhe envio o poema. Beijos de sempre.
Sidnei
julinho disse…
Arte sã de uma artesã.
Saudades
Victor Tales disse…
Vamos fazer um acordo tá, a gente se casa só no papel, no cívil você continua com o seu marido.

=D

Beijos menina.
Anônimo disse…
Voraz... e ecológica... sem desperdíçar nenhuma gota ou grão... é como diz o ditado => "do homem se aproveita até o berro..." rsrs

Bem sarcástico... (mas sempre sensacional).
Você é demais.