Pular para o conteúdo principal

malandragem

"eu só peço a Deus
um pouco de malandragem
pois sou criança
e não conheço a verdade
eu sou poeta e não aprendi a amar"
(Cazuza/Frejat)


eu só peço a Deus
malícia na dose exata
para forjar
o poema enxuto
e torço
para que nasça seco
irônico bruto
um soco (na boca
do âmago)
cínico malandro
blefando no jogo

eu sou poeta
e não aprendi
a iludir


valéria tarelho
"quem sabe eu ainda sou uma garotinha"

malandragem - com Cassia Eller <~ para ouvir

Comentários

Loki disse…
engraçado quereres maladragem e o deus Loki, deus de tudo quanto é malandro vir cá parar! Queres malandragem então visita http://pevidpudim.blogspot.com
Moacir Caetano disse…
pois ilude-se
quem diz
não saber
iludir!
Mirella disse…
Bobeira é não viver a realidade ...


Val, como 100pre mt mt mt bom! 1bjo,
Intrincatore disse…
Quando achei que já tinha encontrado meus blogs favoritos, todos eles, me deparo com o seu. Lá vou eu voltar ao modelo do blog para acrescentar mais este link. Parabéns pelo blog. Muito bom mesmo!
Abraços.
Anônimo disse…
bom gostei de seus contos