Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

vagalumeando

imagem: FireFly ~> deviantart.com/Joskij


insídia
[valéria tarelho]
releitura do poema ¨luminseto¨, de sidnei olívio


saio à noite
perfume barato
lume
que é química
incita
madrugadas
incendeia
camas

pirilampoetriz
notívaga errante
vadia
insinuante

poeta das ruas
trago a poesia
entre as pernas
inserta
incerta
vaga

bunda
pirilâmpica
candeia
fosforescente
a pisca-piscar
:
acende
à paga


luminseto [sidnei olívio]

lamperidescente: vaga-lume vaga a noite quente vagalumeando vaga luz volitando luminando a noite (noir)
cortejo de luz: sexo alado rastro de amor fluorescente ritual intermitente lampejos de lua luminárias estrelas da mata pirilâmpadas aéreos olhos noturnos piscando/vigiando a primavera que antecede o verão

*insídia foi escrito em setembro de 2003.

banana pancakes

em manhãs chuvosas, adoto a filosofia da panqueca de banana (^0^)

relax & enjoy




(...)
Maybe we can sleep in
I'll make you banana pancakes
Pretend like it's the weekend now

And we could pretend it all the time
Can't you see that it's just raining
Ain't no need to go outside
(...)


* vídeo: Jack Johnson: banana pancakes
* fotos: panquecas americanas com requeijão e geleia de laranja kinkan + suco light de goiaba [vai ver é por isso que sou panqueca das ideias e meio goiaba...dã ;)]
* foto 2: com MUITA boa vontade você percebe um coração de rodelas de banana :))
* receita das minhas panquecas americanas [você pode substituir os ingredientes diets por "engordiets"]

inverno

descolar a retina
do clima
perder o tino
em outro outono
atear fogo em
folhas nuas
frases fakes
filmes de quinta

arder dutras distâncias
queimar sennas urgências
incendiar ene estações

suar
na ânsia da sua [fria]
paulicéia


valéria tarelhoago/2007

justa causa

imagem: la dormeuse, de tamara lempicka

lavo passo cozinho faxino
trabalho em troca de uma boa prosa
fui demitida por poesia enganosa

valéria tarelho

versificados no twitter

alguns #versificados que tuitei esta semana:



link para acompanhar todos os #versificados divulgados na 'tuitosfera':
http://twitter.com/#search?q=versificados
[não é necessário ter conta no twitter]

versifique !

ardendo no Recife

Com apresentação do músico, compositor e escritor Guttemberg Guarabyra, texto de orelhas do escritor Nelson de Oliveira, e ilustrações de Eliége Jachini, Dedo de Moça reúne contos e poemas de 30 autoras brasileiras. Nem todas são mulheres. Mas com exceção de Dominique Lotte e Romina Conti, pseudônimos, respectivamente, dos escritores Iosif Landau e Rodrigo de Souza Leão, falecidos em 2009, nenhum outro autor nessa antologia revela sua identidade masculina ou o que existe sob as suas vestes femininas. Vale tentar advinhar.
www.escritorassuicidas.com.br

neologismo II

misturo línguas
confundo foda com romance
crio uma história
com fada família pets

[e o patético final clichê:
foram felizes para sempre
sorrindo no portrait]

se ele não liga não procura
some da galáxia evapora
transformo o fora em fúria

o poema empunha
- feito foice -
a bandeira das palavras
"que traduzem a ternura mais funda"

obtenho, por exemplo
'metamorfoda-se'

indicativo
meu amor

metalinguístico


valéria tarelho

crédito da foto: aozuas ~>detalhe da página 65 do livro Métodos, de Francis Ponge

versificados

acompanhe no http://versificados.blogspot.com a repercussão do projeto. aos poucos estão chegando mais e mais recortes de diferentes locais do mapa, com direito até a reportagem no Correio do Povo, jornal de Porto Alegre/RS.
e, como previsto, minha publicação deu zebra. fui confiar na versão eletrônica do balcão de anúncios do Valeparaibano e não recebi o tal contato que o site mencionava [vide post "classificados poéticos"]. estreio na próxima leva [espero].
para não ficar de fora da festa, anuncio aqui meu "palindroema", que brinca com a palavra AMOR:

#versificados : participe e divulgue essa ideia !

classificados poéticos

Tem início amanhã, 12 de junho, o projeto #versificados, que consiste, basicamente, na divulgação de poemas em jornais impressos. Posteriormente, o recorte de jornal com a publicação do "anúncio" é publicado no blog http://versificados.blogspot.com [clique no link e saiba mais sobre o projeto].


poema de Marina Nunes [@lagartoleta]

Antes dessa primeira "fornada" [amanhãamanhãamanhã], começamos a publicar pequenos poemas no Twitter, seguidos da tag #versificados e a ideia foi se disseminando, contaminando geral.


um #versificado meu, hoje no twitter

Amanhã será dado o pontapé inicial, de algo que, acredito, vai dar o que falar. Como é dia dos namorados, o tema das publicações gira em torno do amor, beijo, eros [e outros erros ;)], mas o projeto é aberto, livre e democrático, quem quiser aparecer no #versificados, basta encaminhar a um dos membros do blog a imagem do recorte de jornal com seu poema publicado. Via Twitter, é só postar, assinar e adicionar a tag #versificado…

em@il

imagem via marieclaire.com

e-mail
é o meio
fértil
de plantar
|bo|atos
e colher
|in|ventos

em campo
de completo
|anoni|mato

valéria tarelho

lowcura

[valéria tarelho]


imagem: The Scream (black & white) - Edvard Munch

amores platônicos
quereres utópicos
tumores malígnos
viroses atípicas

testes tsunamis tremores
:
a Terra dando o troco
na base do olho por olho
- e humor negro mode on -

estamos em transe
entre o tatibitati
o terror atômico
o pandemônio

satélites sondam
a rotina das formigas
e há agentes no amálgama
da [podre] boca da noite

- daí a fuga
para não sei onde-

tocs vem
tiques vão
truques variam
conforme o chip
enxertado no chope do dia

poesia é choque
prosa é chilique

o mundo fica mudo
quando a mente
não dá tilti

veja
[mais próximo da lente que aumenta
o pé da letra]
:
há um psicotrópico ultravioleta
no menu de ofertas

rimas brancas
rosas negras
riso tatuado de cor pimenta

para a[r] dor de cabeça
líricas demãos
do velho verniz
que adoça ideias suicidas

psiu, ouça
:
todos os cachorros
são azuis

e plutão, coração
não é mais planeta

- disse uma voz -



*lowcura: blog do poeta, jornalista e músico Rodrigo de Souza Leão, que foi ali em Marte fazer [mais] arte e a quem dedico …

[contro]verso

há escritos avessos que evito expor ao espelho
nem tudo que crio pode ser
lindo

valéria tarelho

escritoras suicidas

edição 40 - maio de 2010

temas: um verso de Ana Cristina César - mesa de bar - jardineiro, flores, jardim


http://www.escritorassuicidas.com.br


==

notinha de última hora: tem poeminha meu no ellenismos, da "suicida" nina rizzi. ellenize-se! ;)