Pular para o conteúdo principal

zênite


Google imagens

lembrar-te
é uma conc-
reta arte

[est-
ética
à parte]

amei-te
abstrata-
mente
[es-
tática]

na tênue


v
e
r
t
i
c
a
l
m
a

do horizontem


valéria tarelho

Comentários

sidnei olivio disse…
Val, vc se supera diadia. Vai pro meu arquivo de preciosidades. Beijo.
Guto Leite disse…
Lindo, Val! Muito, muito sensível e ousado. Beijo grande
valéria tarelho disse…
Ei, queridos, obrigada!
Vamos tentando/testando daqui, inovando [?] dali...se vocês aprovam, fico very satisfeita com o resultado :))

beijosdaval
Anônimo disse…
... a cada leitura, uma interpretação, uma viagem.
Caminhos e descaminhos, desvios, variantes (desvairadas).
As rotas que suas palavras indicam são labirintos de rara beleza, prá quem se atreve a sonhar.
Tantas possibilidades em tão poucas letras...
então me deleito(r) e deixo a Nau à deriva.

Incrível sua capacidade de encantar.
ErikaH Azzevedo disse…
Valéria, tu brincas com as palavras, fazes com elas o que bem queres, e eu tenho sido fã desse teu estilo já há um bom tempo..tu consegues tocar no abstrato e abstrair o que é de concreto, tudo muda de lugar né...basta querer.

Ama sim, mais e mais.

Bjos

Erikah
valéria tarelho disse…
anônimo -
essa é a ideia: expandir horizontes, possibilitar leituras diversificadas, permitir que o leitor [não eleitor] encontre múltiplas saídas nesse labirinto.

obrigada pelo feedback!
:)
valéria tarelho disse…
Erikah, prazer vê-la por estas paragens :)

pois é, tenho verdadeira adoração pela palavra [livro de cabeceira: dicionário], mas a encaro como um 'brinquedo' daqueles de montar/desmontar ou um quebra-cabeças sem diagrama, onde vou testando os encaixes.

valeu, caríssima!