leitores via feed assinar feed do blogassine textura por email

30 novembro, 2005

equinósseo

por valéria tarelho

negócio estranho
esse tal equinócio
:
quando primavero
alguém [austero]
outona em outro
mistério

eu desabrocho
ele desfolha
nós: hemisferas
opostas

um dia achamos
um eixo cógnito
paralelo ao nosso
osso duro de roer
[com os olhos]

valéria tarelho

por falar em equinócio, gosto dessa menina:
poetisa e musicista de meia-tijela (palavras dela ;))

Bookmark and Share

28 novembro, 2005

se nem Freud explica...

por valéria tarelho

“Seja qual for o caminho que eu escolher, um poeta
já passou por lá antes de mim.”
Freud

Já começam os preparativos para o lançamento do livro organizado por Ulisses Tavares "Se nem Freud explica, tente a poesia", na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, em março de 2006.

No próximo dia 29 de novembro, das 18h às 22h, o poeta Ulisses Tavares fará um recital na Casa das Rosas, no qual serão declamados alguns dos poemas que estarão no livro, organizados em mais de 200 verbetes, cada um com os principais valores humanos estudados pela psicanálise, como amor, beleza, fuga, inveja, solidão, justiça, tristeza, sexo, masturbação, morte etc.

O livro vai reunir alguns dos mais expressivos trabalhos de 150 poetas nacionais e estrangeiros, cobrindo dois mil anos de poesia, desde Safo, poetisa da Antigüidade, até os poetas contemporâneos. “Este não é um livro de auto-ajuda, mas também é. Não é um livro de psicanálise, mas também é. Não é um livro de filosofia, mas também é. Não é um livro de poesias, mas também é. Não é um livro sobre pensamentos de Freud, mas também é. Não é um livro erudito, mas também é. É um livro sobre o único animal que vive e sente e pensa e vive pensando sobre o que sente e vive. Isto, este livro é.” – explica o organizador.
No dia 29 de novembro também será o lançamento de mais uma edição do fanzine literário PNOB (www.pnob.com.br).

Recital de Ulisses Tavares
Onde: Casa das Rosas – Av. Paulista, 37, SP
Quando: Terça-feira, 29 de novembro
Horário: das 18h às 22h

fonte: Assessoria de Imprensa
Editora Francis
p.s.: um passarinho me contou que há um poema meu nesse livro. não sei de nada (como dizem na lulolândia)

Bookmark and Share

26 novembro, 2005

furor uterino

por valéria tarelho







publicada em 25 de novembro, Dia Mundial da Não Violência Contra a Mulher, a edição número dois de "escritoras suicidas" nos brinda com o tema: fúria.
estou lá, entre as convidadas furiosas desta edição.

~> sobre os (des)propósitos da revista, confiram a entrevista das editoras 'suicidas', ao Portal Literal.

~> agora vou ali, visitar a cena do crime (ir ao cine seria a morte. súbita. e a desejo [vio]lenta).

Bookmark and Share

21 novembro, 2005

arte sã

por valéria tarelho

homem é um bicho esquisito:
caça, come, joga fora a carcaça

mulher tem outro instinto:
escolhe, leva para casa, usa...

...e com as sobras dos ossos
faz um par de brincos


valéria tarelho
publicado no Livro da Tribo 2005/2006

Bookmark and Share

cabelos enrolados e idéias, idem

por valéria tarelho

não prendo mais
os cabelos
de presas
bastam as idéias
crespas
sob meus cachos

- um embaraço só -

valéria tarelho

Bookmark and Share

11 novembro, 2005

absinto

por valéria tarelho

o fascínio
da palavra
torna líquido
sólidos
abismos

dramas
insólitos
dilemas
insolúveis
vertem mitos
- diluídos -
no poema

rima quero
ver-te boêmia
ritmo que
te quero solvente
vidardente
verve

(Verlaine
que te sinto
verde-vivo)


valéria tarelho

Bookmark and Share

10 novembro, 2005

Palavrão - Canal Brasil

por valéria tarelho

Especial: XIII Congresso Brasileiro de Poesia

Nesta quinta-feira, dia 10/11, às 21h45m , o Canal Brasil estará apresentando o PALAVRÃO ESPECIAL, gravado durante o XIII Congresso Brasileiro de Poesia, realizado em Bento Gonçalves no início do mês de outubro. A produção é de Claufe Rodrigues.

O já tradicional encontro em Bento Gonçalves reuniu 98 poetas brasileiros e estrangeiros. Claufe Rodrigues entrevista o idealizador do evento, Ademir Bacca, e faz um passeio pelas vinícolas da região, acompanhado dos poetas Jiddu Saldanha e Eliakin Rufino, que especulam a relação entre poesia e vinho.

O especial será reprisado também nos seguintes dias:

sábado, dia 12, às 12h15m
terça, dia 15, às 11h30m

O Canal Brasil pode ser sintonizado pela Net e pela Sky, menos no interior do Rio Grande do Sul, onde o sinal só chega aos assintantes da Sky.

E por falar em Ademir Bacca...

hoje o poeta, artista visual, jornalista, ativista cultural, pessoa encantadora , amigo, pai do Théo, marido da Fernanda, filho do Rio Grande do Sul, aniversaria.
minha singela homenagem segue em forma de poesia e dois fractais de sua autoria.

fractal: caminhante © Ademir Bacca

DO AZUL

De ti
me basta o sol
das manhãs de primavera
que me ofereces
em olhares de um azul
que não cabe no oceano
do poema.

© Ademir Antônio Bacca
* do livro “Pandorgas ao Vento”


fractal: fernando pessoa, © Ademir Bacca

vulto

palavra,
não estou sozinha.
essa minha clausura
admite companhia
: poesia que me povoa,
verso que apavora,
fantasma, que é Pessoa.

© valéria tarelho


trouxe do Sul, na bagagem, muita saudade e o belo fractal acima, presente do Bacca.
Ade, toda felicidade do mundo, vida longa, regada a vinho.

Bookmark and Share

08 novembro, 2005

pródiga

por valéria tarelho em ,

a vida
pousa
a vida
pulsa
a vida
passa

avida_
mente

a vida se desgasta
e não poupa-nos
da paus/\______


valéria tarelho

Bookmark and Share

04 novembro, 2005

implexo

por valéria tarelho

prosa
vira
poesia
em minha
boca

(espinho
da rosa
espírito
de faz-de-conta)

abro-te
o peito
(córtex
do texto)
no ímpeto
da 'lâminalíngua'

imprimo
espanto
(poético)
em teu
íntimo
:
quando rimo
corte
com
lambida

valéria tarelho

Bookmark and Share